HIGIENIZAÇÃO BUCAL

Fazer uma higienização correta dos dentes é a chave do sucesso para um sorriso bonito e saudável. Sinal de dor no dente ou na gengiva, presença de cálculo, sangramento gengival e mal hálito são manifestações que podem indicar a existência de um problema mais grave, por isso, é indispensável procurar o seu dentista antes mesmo que esses sintomas apareçam. Os cuidados diários preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a evitar que os problemas dentários se tornem mais graves. Deve-se ter em mente que a prevenção é a maneira mais econômica, menos dolorida e menos preocupante de se cuidar da saúde bucal e que ao se fazer prevenção estamos evitando o tratamento de problemas que se tornariam graves. Existem algumas medidas muito simples que se pode tomar para diminuir significativamente o risco do desenvolvimento de cárie, gengivite e outros problemas bucais:

 

  • Escovar bem os dentes e usar fio dental diariamente;

  • Ingerir alimentos balanceados evitando o uso exagerado de alimentos que contenham açúcar, carboidratos...;

  • Usar produtos de higiene bucal, inclusive creme dental, que contenham flúor;

  • Usar enxaguante com flúor e sem álcool, caso seu dentista recomende.

 

Orientações para uma correta higienização:

         Fio dental:

O fio ou fita dental deve ser usado diariamente e é de extrema importância  para higienizar as áreas onde as cerdas da escova não atingem. O uso do fio dental ajuda a evitar as chamadas cáries interproximais, que não são visíveis clinicamente.

Vídeo explicativo sobre o uso correto do fio ou fita dental

TIPO E MARCAS DE FIOS E FITAS DENTAIS

       Higienização da língua:

 

A higienização da língua também deve ser feita diariamente, ela ajuda a remover as bactérias e purificar o hálito.

Vídeo explicativo sobre a higienização da língua

        Escovação:

A escovação deve ser feita, no mínimo, 3 vezes ao dia, após as refeições, com uso de escovas com cerdas macias, por um tempo médio mínimo de 2 a 3 minutos. As escovas devem ser trocadas assim que as cerdas começarem a estragar, não devendo passar de 3 meses. As escovas podem ser manuais ou elétricas e o importante é que os movimentos sejam bem feitos e atinjam todas as áreas, não devendo exercer muita força para não machucar a gengiva nem causar as chamadas erosões dentárias.

Vídeo explicativo de uma correta escovação

Vídeo explicativo de uma correta escovação

TIPOS DE ESCOVAS E MARCAS

As escovas de dente elétricas são úteis para pacientes que possuem limitações motoras, ou para motivação de pessoas que tem preguiça ou alguma dificuldade de escovar os dentes.

       Enxaguatório Bucal:

Os enxaguatórios bucais são um complemento da escovação e do uso do fio dental, que ajudam na higienização da boca como um todo. Devem ser usados diariamente, após a escovação e preferencialmente não devem conter álcool na sua composição.

Vídeo explicativo do uso de enxaguatórios bucais

     Uso de palitos:

O ato de usar palitos de madeira para limpar os dentes não é recomendado  por dentistas! Os palitos podem ferir a gengiva e causar retrações gengivais (quando a gengiva retrai, deixando a raiz do dente exposta e gerando sensibilidade), além de com o passar dos anos, causar desgastes na superfície dental.

Como forma de prevenção, você deve procurar o seu dentista a cada seis meses, pelo menos, para evitar as doenças relacionadas à boca.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon